Kare raisu

Esse prato é feito a partir do curry e no Japão é chamado de Kare e servido com arroz (gohan). Perfeito pro inverno, mas eu adoro Kare e acabo comendo o ano todo rs…

Dá pra comprar os tabletes prontos da mistura do curry, mas nós alérgicos não podemos usufruir dessa facilidade rs…

É possível acrescer carne na preparação, mas particularmente prefiro sem.

IMG_6221-001

Gohan:

Ingredientes:

  • 1 xícara de chá de arroz japonês
  • 1 1/4 de xícara de chá de água fria
  • 1 colher de sopa de saque culinário
  • 1 colher de vinagre de arroz
  • 1 colher de café de açúcar
  • 1 pitada de sal

Mode de preparo:

  • Lave o arroz até a água ficar transparente (3 ou 4 vezes aproximadamente)
  • Coloque na panela o arroz e os demais ingredientes e misture.
  • Leve ao fogo alto tampado até ferver.
  • Após ferver abaixe o fogo e deixe cozinhar por 15 minutos tampado.
  • Desligue o fogo e deixe ele lá descansando por mais 10 minutos tampado, assim ele irá terminar de cozinhar.
  • Esta prontinho o seu arroz.

Kare:

Ingredientes:

  • 1 cebola média picada
  • 1 cenoura em cubos médios
  • 2 batatas médias em cubos médios
  • 2 colheres de oleo de girassol
  • Água para cozimento
  • Caldo de legumes ( ou carne)
  • 2 colheres de sopa de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de curry

Modo de preparo:

  • Leve ao fogo o óleo e os legumes picados, refogue-os rapidamente
  • Adicione a água até cobrir, o caldo de legumes e deixe cozinhar até os legumes ficarem macios
  • Dissolva em água fria a farinha e o curry e adicione na panela.
  • Assim que engrossar desligue o fogo e sirva com gohan

É claro que você não precisa fazer bonequinhos pra poder comer, mas caso queira, espere o arroz esfriar, molhe as mãos em agua e modele seus bonequinhos. Se você quiser pesquise no google : Kare raisu cute. As pessoas são bem criativas na hora de montar seus pratos!

Todo caso se você tentar e não conseguir um boneco muito bonito a primeira vez não tem problema, o meu primeiro ficou bem feinho rs..

IMG_4872-001

Espero que tenham gostado e caso vocês façam envie suas fotos pra que a gente veja como ficou!

Até a próxima!

Vanessa

IMG_6212-001IMG_6213-001

Massa de Pizza

Eu confesso que tenho saudade daquela massa fofinha de pizzaria sabe? Adoro massa de pizza! Essa é até macia, mas não como a de pizzaria, mas também não é dura como as pizzas brotinho encontradas no mercado. Já quebra um galhão!

Massa de pizza:

Ingredientes:

  • 1 envelope de fermento seco biológico
  • 1 colher de chá de açúcar
  • 1 xícara de água
  • 1/2 xícara de chá de óleo
  • 2 xícaras de chá de farinha de trigo
  • 1 colher de café de sal

Modo de preparo:

  • Ative o fermento: amornar a agua, adicionar o fermento e deixar descansando por 15 minutos tampadinho abafado.
  • Adicione o fermento ativo e os demais ingredientes na máquina de pão para sovar (procure a opção amassar na sua máquina de pão nas opções pré programada) . Se preferir sove a massa na mão por 20 minutos.
  • Após sovar, deixe a massa crescer por 30 minutos
  • Pré aqueça o forno a 180ºC por 10 minutos e de uma pré assada nos discos. Se quiser você pode congelar os discos nesta etapa, se não quiser é só colocar a cobertura que quiser e terminar de assa-las.

*Para o queijo vegano que usei na pizza a receita aqui

Espero que tenham gostado e caso vocês façam envie suas fotos pra que a gente veja como ficou!

Até a próxima!

Vanessa

IMG_4889-001IMG_4892-001IMG_4890-001

Requeijão vegano de mandioca

Uma das coisas que eu mais senti falta era do queijo em lanche ou na pizza. Na época eu tinha alergia a oleaginosas então eu não conseguia fazer nenhum a base delas, então ou era batata ou mandioca. O primeiro que tentei foi esse.

É claro que absolutamente nada vai chegar próximo do sabor e textura que um queijo tem, no inicio você estranha, mas acaba gostando.

Outra coisa que é preciso ter em mente é que não da pra comer nenhum dos queijos sozinho como a gente costuma fazer com a mussarela por exemplo, normalmente eles são melhores quentes e junto com alguma coisa.

Esse queijo fica mole, como um creme, é uma especie de “requeijão” por conta da textura.

IMG_4890-001

Requeijão vegano de mandioca

Ingredientes:

  • 1 1/2 xícara de chá de mandioca cozida e amassada
  • 2 xícaras de chá da água do cozimento da mandioca (se não tiver o suficiente adicione água filtrada)
  • 1/2 xícara de chá de polvilho doce
  • 1/2 xícara de chá de polvilho azedo
  • 1 dente de alho picado bem miudinho ou use alho em pó
  • Suco de 1/2 limão
  • Sal

Modo de preparo:

  • Cozinhe as mandiocas com bastante água para ter o suficiente para a próxima etapa na panela de pressão. Conte 30 minutos a partir do momento em que começar a apitar, desligue e deixe a pressão sair.
  • Escorra as mandiocas e reserve a água.
  • Leve a mandioca cozida e amassada com um garfo ao liquidificador ou mixer com a água do cozimento reservada (apenas 2 xícaras, se você achar que está muito grosso adicione mais água, isso depende muito onde você irá usar) e o alho.
  • Leve o creme batido ao fogo com os polvilhos, o sal e o limão.
  • Cozinhe a massa por 5 minutos aproximadamente.
  • Guarde na geladeira em pote bem fechado.

Eu gosto de usar esse queijo/requeijão em pizza e preparos no forno.

Espero que tenham gostado e caso vocês façam envie suas fotos pra que a gente veja como ficou!

Até a próxima!

Vanessa

Mandioca cremosa

Desde a faculdade eu tenho uma grande obsessão por blogs de comida, sigo várias pessoas de várias partes do mundo, Tastespotting  e Pinterest são meus melhores amigos rs. Meu facebook é composto por três coisas e aos montes: coisas sobre casamentos, bichos e comida e meu instagram a mesma coisa. Se eu falar que minhas redes sociais é pra manter contato e ver o que meus amigos estão postando é mentira rs.

Nessas minhas redes um belo dia vi um dos blogs que eu adoro  postar essa mandioca cremosa e eu resolvi fazer com uma pequena mudança já que não posso comer manteiga, acabei substituindo por azeite. Façam essa receita e tenham sempre no freezer, é ótimo!

IMG_5272-001

Essa é uma receita adaptada daqui ó Jantinha de hoje

Mandioca cremosa:

Ingredientes:

  • 1kg de mandioca
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • Sal a gosto
  • Óleo suficiente para fritar

Modo de preparo:

  • Leve as mandiocas cortadas ao fogo na panela de pressão e após começar a soltar a pressão conte meia hora e desligue ou até estarem cozidas.
  • Escorra as mandiocas e amasse com garfo (não tente passar pelo espremedor de batata, eu tentei uma vez e ele quebrou rs… Então firma no garfo e vai, se ela estiver bem cozida como a minha ficou, você não terá muitos problemas. Procure não deixar grumos para que ela fique bem cremosa ta?
  • Adicione sal e o azeite e misture bem.
  • Pegue uma assadeira pequena e forre com filme plastico e espalhe a mandioca. Ela deve ficar com um dedo ou dois de altura, não menos que isso e nem mais. Menos ela ficará muito fininha e o meio não aparece como deve e muito alto você terá problemas para fritar. Então escolha bem onde irá colocar.
  • Depois de 30 minutos de freezer, passe a faca para fazer os quadradinhos, imagine que depois de congelado completamente você não irá conseguir fazer isso e ele se tornará um grande bloco, fazer o corte nesse momento é importante.
  • Retorne ao freezer até congelar completamente
  • Quando você for fritar, escolha uma panela que comporte óleo suficiente para cobrir a mandioca e o suficiente para fritar 3 por vez. Não queira fritar mais do que isso, pois você irá frita-las congelado, quando você coloca mais que 3 unidades você baixa muito a temperatura do óleo, não gera um resultado muito bom.
  • Dica importante: o óleo precisa realmente estar bem quente, quando ele não está ele cria bolhas nos quadradinhos no da Jantinha de hoje acontece e nos meus também aconteceram, então pode ser que a primeira leva fique com uma aparência meio feinha rs…
  • Agora é só comer!

Espero que tenham gostado e caso vocês façam envie suas fotos pra que a gente veja como ficou!

Até a próxima!

Vanessa

Nuggets

Quando eu era pequena eu amava nuggets e em casa todo mundo comprava no mercado sempre, até que um belo dia a gente parou, aliás eu cresci e passei a fazer compras da casa e eu parei de comprar.

A gente lê, se informa, ouve boatos, vê videos e pelo sim pelo não meu estomago criou uma certa resistência e nunca mais consegui comprar. Parece bobagem e pode até ser, mas certos produtos não entram mais na minha casa e de certa forma é até bom, você passa a produzir as coisas em casa, ao menos você sabe o que tem no que você fez além do que, qualquer coisa é melhor do que industrializados pronto.

Ao meu ver, saudável não é uma questão de comer muita salada e legumes apenas, mas poder usar produtos de qualidade como caldos de frango, carne e legumes feito em casa (o que tem uma queda brusca de sódio), diminuir os embutidos, os cremes de leite e etc, refrigerantes, sucos de caixinha. A gente acaba optando pela facilidade do dia a dia, mas mesmo aquele produto mais saudável da prateleira do supermercado e de embalagem bonita, pode estar escondendo muito sódio, muita açúcar, muita gordura, mas é uma escolha, eu aprendi somente quando fui forçada a mudar e hoje não sinto falta de várias, mas não condeno e nem aponto dedo pra quem faz, nem todo mundo tem tempo, paciência e aptidão pra cozinhar nos mínimos detalhes. Todo caso fica a dica pra um futuro com menos preocupações com médicos e remédios. Não precisa ser radical, basta dar o primeiro passo.

Voltando aos nuggets! Essa receita é feita com pedaços, então não fica tão parecido com eles, mas não menos gostoso.

IMG_5992-001

Nuggets de frango:

Ingredientes:

  • 500g de peito de frango cortados em pedaços
  • 1 pacote de farinha crocante para empanar (eu usei marca Panko, é encontrado em casas de produtos japonês e as vezes em hipermercados)
  • 2 ovos
  • Suco de 1 limão
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • 1 colher de mostarda (heinz)

Modo de preparo:

  • Tempere o peito de frango já cortado com o limão, sal, pimenta do reino e a mostarda e deixe na geladeira marinando pra ele pegar o tempero por pelo menos 30 min
  • Quebre os ovos em uma tigela e bata com o garfo até ficar homogenio.
  • Em outra tigela coloque a farinha crocante.
  • Passe os pedaços de frango no ovo e empane na farinha
  • Acomode os pedaços de frango em uma assadeira e leve ao forno 180ºC até dourar, se preferir frite-os.

 

Espero que tenham gostado e caso vocês façam envie suas fotos pra que a gente veja como ficou!

Até a próxima!

Vanessa

 

(Atualização) Alergia a proteína do leite de vaca – APLV

APLV

Vou explicar um pouquinho agora o que é APLV (Alergia a proteína do leite de vaca)

Primeiro de tudo, alergia não é intolerância, são coisas completamente diferentes.

Intolerância a lactose é dificuldade do organismo em digerir a lactose, o açúcar do leite e a Alergia APLV é uma reação do sistema imunologico as proteínas do leite, ou seja, alérgicos não podem de maneira alguma consumir procutos destinados a intolerantes, pois os produtos para intolerantes contém a proteína do leite. Assim como os dois tratamentos e sintomas são completamente diferentes.

Voltando as alergias as mais comuns são: Leite de vaca, soja, ovo trigo, frutos do mar, amendoim e castanhas.

A APLV (Alergia a proteína do leite de vaca) é mais comum em bebês, onde o leite é seu principal alimento e claro o mais complicado pelo mesmo motivo, mas não é o meu caso, mas é o mesmo problema. O nosso organismo não reconhece uma ou mais proteínas do leite de vaca, que são:

  • – Lactoalbumina
  • – Lactoglobulina
  • – Fosfato de lactoalbumina
  • – Lactoferrina
  • – Lactulose
  • – Caseína
  • – Caseína hidrolisada
  • – Caseinato de cálcio
  • – Caseinato de potássio
  • – Caseinato de amônia
  • – Caseinato de magnésio
  • – Caseinato de sódio
  • – Leitelho
  • – Coalhada
  • – Proteína de leite hidrolisada
  • – Lactose

Contém leite:

  • Leitelho
  • Coalhada
  • Creme de leite
  • Creme azedo
  • Nata
  • Margarina/manteiga
  • Bebida láctea
  • Chantilly
  • Cottage
  • Composto lácteo
  • Cream Cheese
  • Creme azedo
  • Creme de leite
  • Leite evaporado
  • Leite fermentado
  • Leite desidratado
  • Leite maltado
  • Leite sem lactose
  • Leite integral
  • Leite desnatado
  • Nouget
  • Sorvete
  • Sólido de leite
  • Proteínas do soro
  • Whey protein

Podem conter leite:

  • Corante / saborizante caramelo
  • Sabor de açúcar mascavo
  • Chocolate
  • Saborizantes naturais ou artificiais
  • Aroma ou sabor natural ou artificial de manteiga ou margarina
  • Creme de baunilha
  • Creme de coco

Basicamente você precisa ser o mais natural possível em absolutamente tudo para não correr riscos e no meu caso a alergia era extremamente forte e reagia rápido de uma forma muito perigosa. A sensibilidade foi tão grande que todos os cosméticos, produtos de higiene, produtos de limpeza foram trocados, pois reagia ao toque e acredite, não foi uma missão nada fácil já que empresas desses ramos colocam os itens de composição em inglês e a maioria voltada para alérgicos são para bebês.

O tratamento é somente um, dieta de exclusão, eu posso dizer que comecei com alergia a Leite, soja, oleaginosas e mel, após 6 meses de exclusão total de todos os alimentos e diga-se de passagem que foi difícil pra caramba, restou somente e a mais difícil na minha opinião de Leite.

Além da exclusão minha médica incluiu capsulas de probiótico para regular a flora durante esses 6 meses, que na minha opinião fizeram bem o papel dele.

A parte ruim é que 6 meses não foi suficiente para causar algum efeito sobre a APLV e na internet obtive poucos resultados em minhas pesquisa sobre adultos APLV, mesmo nos grupos que participei quase não se manifestavam. Então confesso estar bem perdida e sem saber exatamente o que esperar. Amanhã haverá o retorno após a tentativa de reintrodução dos alimentos que causava alergia, conforme meu caso for avançando eu irei atualizando aqui neste mesmo post.

Vanessa

08/01/2016

Fiz o retorno hoje, contei absolutamente tudo o que aconteceu nesse ultimo mês com a reintrodução e a verdade é que a gente nunca vai entender muito bem como e por que das coisas. Ao que tudo indica minha Alergia a proteína do leite de vaca se transformou em Intolerância a Lactose, mas é claro que foi diagnosticado como suspeita pelos sintomas terem mudado, é necessário avaliar mais de perto fazendo o exame para intolerância e o acompanhamento agora com um gastroenterologista.

De acordo com o que a médica me relatou é mais comum o oriental como eu ter esse tipo de problema, pois temos essa deficiência em que nosso corpo nasce sem ou quase sem a enzima que digere a lactase (o açúcar do leite).

Então para finalizar, ela me encaminhou para um gastro, me pediu um exame de intolerância a lactose para ser providenciado e já levado ao gastro, me passou o retorno do probiótico por conta do desarranjo intestinal  que voltou e me recomentou testar ingerir produtos zero lactose, mas me pediu pra ter muito cuidado pois da mesma forma que os alimentos para alérgicos havia contaminação, os zero lactose também tem.

Bom, vamos ver pelo lado positivo, intolerância é “melhor” do que alergia, vamos aguardar a confirmação e estarei me informando melhor a respeito para poder dar segmento as nossas receitas sem correr riscos.

Vanessa

Couscous marroquino com legumes

Eu realmente gosto muito de couscous marroquino e particularmente acho o prato muito gostoso e bonito. Se você nunca provou, arrisque-se vale a pena!

IMG_5709-001

Couscous Marroquino com legumes:

Ingredientes:

  • 1 Berinjela pequena (escolha uma firme e sem machucados na pele)
  • 1 xícara de chá de couscous marroquino
  • 1/2 cenoura ralada grosso
  • 1 tomate pequeno picadinho sem sementes
  • 1 cebola pequena picadinha
  • 1 punhado generoso de couve cortada bem fininha
  • 1 xícara de chá de óleo de girassol
  • 1 1/2 xícara de chá de água ou caldo de legumes
  • 2 colheres de sopa de azeite + 2 colheres de sopa de azeite (sim, duas vezes, usaremos em duas etapas)
  • Sal
  • Pimenta do reino
  • Alho em pó (opcional)

Modo de preparo:

  • Leve ao fogo a água ou o caldo de legumes até ferver e adicione ao couscous e tampe bem com film ou papel alumínio para deixar abafadinho hidratando
  • Corte a berinjela em fatias e pincele com 2 colheres de azeite e tempere com sal e pimenta do reine.
  • Em uma bistequeira ou em uma panela comum bem quente leve rapidamente ao fogo e vá montando no prato que você irá servir.
  • Com o couscous hidratado adicione as 2 colheres de azeite restante e solte ele com um garfo. Adicione o tomate, a cebola a cenoura, sal e pimenta do reino e mexa. Coloque sobre as berinjelas.
  • Aqueça o óleo e frite a couve (é extremamente rápido, atenção!). Escorra em papel toalha e coloque por cima do couscous e adicione uma pitadinha de sal para finalizar.
  • Siva a seguir.

Sugestão:

  • Eu servi esse prato acompanhado de suco de laranja com beterraba que eu sou completamente apaixonada.

Espero que tenham gostado e caso vocês façam envie suas fotos pra que a gente veja como ficou!

Até a próxima!

Vanessa

IMG_5714-001IMG_5712-001